sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Budapeste, Cheguei!


12/10/2013

Ponte das Correntes


Esse foi um dia só de deslocamento. Ir de Veneza pra Budapeste não é difícil mas pode ser bem demorado e cansativo. De trem é extremamente demorado e a melhor opção foi o avião.
Em Veneza existem 2 aeroportos, um que fica realmente em Veneza, o Marco Polo, e um que fica em Treviso, uma outra cidade. A Ryanair, uma cia low cost, utiliza o de Treviso.
Tive que pegar um vaporeto até a Piazzale Roma, em Veneza e de lá um ônibus que custou 10 euros e faz o shuttle ate o aeroporto em 1h, tudo muito tranquilo.
O voo atrasou meia hora, mas foi rápido com duração de 1h15, com direito a um comissario de bordo com cara de psicopata que quando descobriu que eu era do Rio, toda hora que passava por mim cantava a musica do Chico...Ela é carioca...
Chegando em Budapeste contratei um shuttle do aeroporto pro meu hostel por 3200F, mas acho que demorou mais do que se eu tivesse pego o ônibus do aeroporto até o metro e depois o metro, porque o motorista deixou 4 pessoas na minha frente.
Cheguei no hostel cansada e quase noite. Só sai pra uma volta rápida pela margem do Rio Danúbio, com uma vista linda do Castelo de Buda todo iluminado e depois fui jantar nos arredores da Liszt Ferenc Ter, que concentra muitos barzinhos e restaurantes.
A cidade prometia e no dia seguinte confirmei minhas suspeitas.



Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir